Cuidados para melhorar o seu tratamento

O envelhecimento envolve mudanças biológicas no corpo, o que pode levar ao aumento do risco de desenvolver doenças crônicas como: hipertensão, diabetes, artrite, câncer, doenças infecciosas, entre outras. Essas circunstâncias fazem com que o idoso necessite do uso simultâneo de vários medicamentos para o tratamento dessas doenças.

Quase 90% dos idosos tomam pelo menos um remédio com prescrição médica, aproximadamente 80% tomam regularmente pelo menos dois remédios prescritos e 36% tomam regularmente pelo menos cinco remédios diferentes, o que é chamado de polifarmácia. Além disso, uma parte da população idosa também faz uso da automedicação (tomam medicamentos sem prescrição médica ou farmacêutica), o que deve ser evitado, pois o uso de um medicamento utilizado por conta própria pode interagir com outros medicamentos, o que leva a riscos graves e efeitos indesejados. O uso inadequado de medicamentos é perigoso, pois os remédios podem ter efeitos que não são intencionais (reações adversas). As pessoas idosas são mais frágeis as reações adversas dos medicamentos, o que pode afetar a qualidade de vida, podendo resultar na piora da doença, aumento do número de visitas ao médico e hospitalização.

Ter um relacionamento com um farmacêutico ajuda a garantir a consistência no tratamento. Este relacionamento pode ser realizado através de uma consulta farmacêutica, que é um serviço fornecido pelo farmacêutico clínico, com objetivo de acompanhar e monitorar o tratamento prescrito pelo médico, fornecer as informações sobre medicamentos, promover adesão ao tratamento e reduzir/eliminar os problemas relacionados a medicamentos. A consulta farmacêutica pode ser realizada em drogarias que disponibilizam esse serviço ou em consultórios farmacêuticos particulares. Através da relação farmacêutico-paciente, o farmacêutico contribuirá para que o paciente tenha sucesso no seu tratamento.

Como maximizar os benefícios com o uso de medicamentos e reduzir os riscos de efeitos indesejados?

  • Tome os remédios conforme as instruções orientadas pelo médico e/ou farmacêutico.
  • Mantenha uma lista com todos os medicamentos que estão sendo tomados, incluindo medicamentos sem receita e suplementos, como vitaminas, minerais e ervas medicinais.
  • Saiba o motivo do uso de cada medicamento e quais são seus benefícios.
  • Use aplicativos de celular para ajudar no uso dos medicamentos, tais como: “Dr. Cuco”, “Hora do Medicamento”, “Caixa de Remédios”, “My Therapy”. Esses aplicativos avisam os horários de tomar os medicamentos, gerenciam o uso e até geram relatórios que podem ser fornecidos ao médico.
  • Antes de parar de tomar um remédio, consulte o médico sobre qualquer problema. Por exemplo, se ocorrerem efeitos colaterais; se o remédio parece não ter efeito; ou se o custo do medicamento for muito caro.
  • Não tome remédios de outra pessoa, mesmo que o problema seja semelhante.
  • Verifique a data de validade dos medicamentos e não use medicamentos vencidos.
  • Leve todos os medicamentos nas consultas médicas e/ou farmacêuticas.
  • Periodicamente, discuta a lista de medicamentos que estão sendo tomados e a lista de doenças com o médico ou farmacêutico, para se certificar de que os medicamentos estão corretos e devem ser continuados. Além disso, teste a si mesmo dizendo aos profissionais de saúde como você deve tomar todos os seus medicamentos e pergunte ao profissional se o que disse está correto.
  • Se o cronograma de uso de medicamentos for complexo demais para ser seguido, pergunte ao médico ou farmacêutico como simplificá-lo.
  • Se estiver em atendimento com mais de um médico, certifique-se de que cada médico conheça todos os medicamentos que estão sendo tomados.

Quaisquer dúvidas ou problemas sobre medicamentos devem ser discutidos com um médico ou farmacêutico. Se comunicar com os profissionais de saúde é essencial para evitar problemas e ter a garantia de uma boa saúde.

Prof. Dr. Antônio Novaes
Farmacêutico
Mestre em Ciências da Saúde (UFGD)
Doutor em Ciências (UNIFESP)
Pesquisador de Pós-doutorado (UNIFESP)

Contato:

Instagram: @antnovaes
Email: antonio.novaes52@gmail.com